Nota da Polícia Militar

A Assessoria de Imprensa da Polícia Militar confirma que grupos de familiares de policiais se concentraram na frente de 27 (vinte e sete) Unidades durante o protesto iniciado na madrugada desta sexta-feira (10/02). Eles reivindicam o pagamento do 13º salário, do RAS Olímpico e das metas atrasadas.
Não existe paralisação da Polícia Militar e sim uma mobilização de familiares, iniciada pelas redes sociais. Estamos atentos às mobilizações e conscientizando a tropa da importância da nossa presença nas ruas. O policiamento está sendo realizado normalmente. Apenas em 04 (quatro) Unidades há bloqueio na entrada e saída de viaturas – 3ºBPM (Méier), 6º BPM (Tijuca), 20ºBPM (Mesquita) e 40ºBPM (Campo Grande) – onde há diálogo constante com os manifestantes no sentido de sensibilizá-los sobre a importância da saída do policiamento. E, mesmo nessas Unidades, há policiamento rotineiro em suas áreas de atuação.
A Polícia Militar reitera que respeita o direito democrático de manifestação pacífica, mas é fundamental que as formas de buscar os nossos direitos não impeçam o ir e vir dos nossos policiais, nem coloquem em risco as nossas vidas, dos nossos familiares e de toda a população.