SEMINÁRIO NA REGIÃO SERRANA REÚNE SOCIEDADE LOCAL PARA DISCUTIR SEGURANÇA PÚBLICA

2019-08-12T17:15:39-03:00agosto 2nd, 2019|

O Seminário Região Serrana + Segura – Propostas e Desafios, promovido pelo 7º Comando de Policiamento de Área (CPA), atingiu plenamente seu objetivo: integrar os diferentes setores da sociedade local na gestão da segurança pública, alinhando o conceito de polícia cidadã ao uso de tecnologias.

Além de comandantes e gestores das forças de segurança locais, o evento reuniu administradores municipais de todas as 19 cidades da região, assim como empresários e líderes comunitários.
Realizado no Centro de Conferência Hotel Alpino, em Teresópolis, durante a manhã de quinta-feira (01/08), o evento foi aberto pelo Secretário de Estado de Polícia Militar, General Rogério Figueredo de Lacerda, que fez uma explanação sobre as ações que vêm sendo implementadas no estado para reduzir os índices criminais e aumentar a sensação de segurança dos cidadãos.

Além de apresentar os dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), apontando reduções expressivas dos indicadores criminais mais impactantes, o General Figueredo falou da aplicação de novas tecnologias e novos modelos de gestão na área de segurança.
Para o Comandante do 7º CPA, Coronel Marcelo Freiman de Sousa Ramos, o seminário foi um espaço de debate importante para discutir de forma conjunta a visão e as ações voltadas para área de segurança pública.

O roteiro temático do evento seguiu três eixos: Gestão Operacional – apresentação de dados estatísticos criminais do Estado do Rio de Janeiro; Gestão de Integração – proposta de como os diversos atores da sociedade podem interagir  para a melhoria da segurança pública; e Gestão de Inteligência e Tecnologia – utilização de ferramentas através de aplicativos e equipamentos associados a banco de dados.

O 7º CPA é responsável por quatro batalhões da Região Serrana do estado: 11º BPM (Nova Friburgo), 26º CPM (Petrópolis), 30º (Teresópolis) e 38º (Três Rios). As quatro unidades são responsáveis por 19 municípios da região, que ocupam 8,2 mil quilômetros quadrados de extensão e abrigam quase um milhão de habitantes.