CORONEL FIGUEREDO PRESTIGIA INCORPORAÇÃO DOS NOVOS ALUNOS OFICIAIS

2019-07-19T18:21:37-03:00julho 1st, 2019|

Conciliar os valores tradicionais da Corporação com o que há de mais moderno na gestão da área de segurança pública. Esta foi a tônica do discurso de boas-vindas proferido pelo Secretário de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro, Coronel Rogério Figueredo de Lacerda, ao recepcionar os 58 novos alunos oficiais, na manhã desta segunda-feira (01/07) na sede na Academia de Polícia Militar Dom João VI, em Sulacap.

A nova turma – a de número 92 em quase 100 anos de fundação da escola de formação de oficiais – é a segunda a ser incorporada após a recente mudança de regra que passou a exigir, como condição básica, o diploma de Bacharel em Direito para participar do concurso de ingresso ao CFO (Curso de Formação de Oficiais).

O Coronel Figueredo ressaltou que a exigência do diploma em Direito representa uma inovação e uma grande vitória da Corporação, que passará a contar num futuro próximo com um quadro de oficiais mais qualificado.

A realização da cerimônia de incorporação foi o resgate de uma tradição.

– O uniforme, as bandeiras, as canções e todos os rituais que cultivamos ao longo de 210 anos fortalecem o nosso sentido de pertencimento – lembrou o Secretário.

Eis alguns trechos do discurso do Secretário, em que transmite aos futuros oficiais da Corporação a relação dos conceitos de tradição e modernidade:

“Por mais contraditório que possa parecer, modernidade e tradição podem, e devem, estar juntas. Numa instituição militar como

a nossa, essa composição deve ser ainda mais valorizada”.

“Não podemos abrir mão de princípios fundamentais como disciplina, respeito à hierarquia e seriedade. Esses três eixos fazem parte do nosso DNA. A Polícia Militar nasceu no Brasil colonial e chegou ao Brasil digital, preservando suas tradições. Caso contrário, dificilmente teria sobrevivido como instituição em função das gigantescas e profundas mu

danças de cenários ao longo de mais de 200 anos”.

“Hoje, mais do que nunca, precisamos estar alinhados também com a modernidade. Equipamentos de tecnologia cada vez mais sofisticada são criados e disponibilizados no mercado com uma velocidade impressionante. Precisamos estar atentos para acompanhar esse processo e, principalmente, para compreender como podemos aproveitar as inovações tecnológicas como ferramentas de gestão, tanto na área operacional como na área administrativa”.

 

Ao final do discurso, antes de parabenizar os alunos oficiais e cumprimentar seus familiares, o Coronel Figueredo disse não ter dúvidas de que todos saberão cultivar os valores tradicionais e aplicar de forma inteligente as ferramentas da modernidade.