POLÍCIA MILITAR REALIZA OPERAÇÃO EM DUAS COMUNIDADES DO COMPLEXO DA MARÉ

2018-11-13T17:20:56+00:00novembro 6th, 2018|

A operação da Polícia Militar do Rio de Janeiro, iniciada pouco depois de 0h desta terça-feira (06.11.18), em duas comunidades do Complexo da Maré por unidades do Comando de Operações Especiais (COE), teve por objetivo intervir numa ampla reunião de criminosos, seguindo informações levantadas e confirmadas pelo Setor de Inteligência da Corporação.

O COE mobilizou o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), o Batalhão de Policia de Choque (BPChq) e o Batalhão de Ações com Cães (BAC) para operar no Parque União e na Nova Holanda, comunidades dominadas por uma facção que convocou a citada reunião com a participação de criminosos locais e de outros municípios do Estado. O 22º BPM (Maré) faz o cerco no local.

Como se tratava de uma situação emergencial, visando a garantia da ordem .e a segurança de moradores, não houve qualquer descumprimento de decisões do Poder Judiciário e da própria Secretaria de Estado de Segurança, que estabelecem normas para operações policiais no Complexo da Maré. Entre essas normas, consta a proibição de cumprimento de mandados de busca e apreensão em residências durante a madrugada, o que foi rigorosamente cumprido.

Vale ressaltar que a Divisão de Homicídios da Polícia Civil está acompanhando os desdobramentos da operação, levantando identificação, qualificação e as circunstâncias dos feridos por Projétil de Arma de Fogo (PAF).  Sobre Willian Figueira de Oliveira, cujo corpo foi deixado sobre um carrinho de transporte de carga e que, segundo moradores,  seria professor de física, as primeiras informações dão conta de que já respondeu por porte ilegal de arma de uso restrito.

A operação nas duas comunidades do Complexo da Maré continua em andamento.

1.) Ocorrências até as 12h desta terça-feira, dia 06.11.18

1.1) Equipe do BOPE, quando em Operação Policial às 00:35h na comunidade Nova Holanda, foi recebida por disparos de arma de fogo ao chegar à Rua Teixeira Ribeiro, iniciando um confronto. Após a troca de tiros, um criminoso foi localizado ferido portando uma pistola calibre 9 mm com dois carregadores. O ferido foi socorrido e levado ao Hospital Geral de Bonsucesso.

1.2) Uma segunda equipe do BOPE, em operação em outra área da Nova Holanda, foi recebida a disparos de arma de fogo ao acessar a comunidade nas proximidades do 22º BPM. Após o confronto e a estabilização do terreno, os policiais vasculharam o local.

1.3) Equipe do BPChq,  em operação na Comunidade do Parque União, teve a atenção voltada para dois indivíduos numa motocicleta. Ambos foram presos portando uma sacola com pó  branco aparentando ser cocaína. A motocicleta foi apreendida.

1.4)  Outra equipe BPChq,  também em operação na Comunidade do Parque União, recuperou veículos que constavam como roubados.

1.5) Com auxílio de cães farejadores, equipes do BAC realizaram operações nas duas  comunidades. Ao todo, foram apreendidos  mais de 800 quilos de drogas em tabletes.

1.6) GAT (Grupamento de Ações Táticas) do 22º BPM ,  durante patrulhamento no entorno das comunidades, abordou dois suspeitos. Um deles foi identificado como  Alex Sandro Alexandre dos Santos, vulgo Ratinho, que é responsável por roubo de cargas na comunidade e possui 8 anotações criminais, tendo sido condenado a 7 anos de reclusão em regime fechado.

Balanço:

– 820 quilos de drogas em tabletes

– 01 elemento socorrido

– 03 elementos presos

– 01 pistola taurus 9mm

– 01 sacola de pó branco amarelado

– 01 Fuzil (Airsoft ) AK-47

– 02 canos de fuzil FAL 7,62mm

– 01 luneta

– 01 colete balístico da PROTEGE

– 01 granada

– 09 veículos apreendidos (3 carros 6 motocicletas)