COLÉGIOS DA PM DE CAMPO GRANDE E CAXIAS COMEÇAM A FUNCIONAR EM 2019

2018-11-08T17:24:35+00:00outubro 11th, 2018|

Os dois novos Colégios da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – um em Campo Grande e outro em Duque de Caxias -, iniciam suas atividades no ano letivo de 2019. Ambos começam a funcionar com turmas do 6º ano do Ensino Fundamental. Nos anos seguintes, novas turmas serão abertas até completar, em 2022, o segundo segmento do Ensino Fundamental, que vai do 6º ao 9º ano.

O II Colégio da Polícia Militar, que funcionará na Rua Rodrigues Campelo, 33, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, realizará no dia 21 de outubro próximo o seu primeiro exame seletivo para as duas primeiras turmas do 6º ano do Ensino Fundamental. Inscreveram-se 339 candidatos para disputar as 47 vagas oferecidas, sendo 90% delas para filhos de policiais militares e 10% para filhos de bombeiros militares. As provas serão realizadas na Academia da Polícia Militar Dom João VI, em Sulacap, que disponibilizou salas de aula e toda a logística necessária.

A prova seletiva para o ingresso no III Colégio da Polícia Militar, em Duque de Caxias, será marcada em breve. Nesta quinta-feira, 11/10, foi firmado o convênio entre o Comando da Polícia Militar e a Prefeitura de Duque de Caxias, para dar início às atividades do novo estabelecimento.

De acordo com o convênio, assinado pelo Comandante-Geral da PM, Coronel Luis Claudio Laviano, e o Prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, o III Colégio da PM funcionará num prédio cedido por 20 anos pela Prefeitura, na Rodovia Washington Luiz, em Jardim Gramacho. A área pedagógica fica a cargo da Polícia Militar e a Prefeitura assume, nos primeiros dois anos, os custos de manutenção e a cessão de professores.

O início das atividades dos dois novos estabelecimentos faz parte de uma ação estratégica da Corporação, que visa oferecer ensino de qualidade aos filhos dos policiais militares. O modelo pedagógico foi concebido com base na experiência exitosa do I Colégio da Polícia Militar, em Niterói, criado em 2006. Os dois novos colégios atendem a um antigo anseio da Corporação. Vale lembrar que dois terços dos policiais militares moram na Zona Oeste do Rio e na Baixada Fluminense.