BPTur AMPLIA PROGRAMAS DE SEGURANÇA PARA VALORIZAR O TURISMO NO ESTADO DO RIO

2018-07-10T19:34:49+00:00julho 6th, 2018|

A operação realizada na madrugada desta sexta-feira (06/07) na região da Lapa foi mais uma de uma série de ações que o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) vem implementando junto com outros órgãos, tendo como objetivo garantir a segurança em áreas mais procuradas por turistas e moradores e, assim, valorizar o Turismo, um dos maiores ativos econômicos do Estado.
Na operação desta madrugada na Lapa, realizada em pareceria com a DEAT (Delegacia de Atendimento ao Turista), efetivo do programa Lapa Presente, Guarda Municipal e Secretaria Municipal de Ordem Urbana, 148 pessoas, que praticavam ações de desordem urbana ou estavam em atitude suspeita, foram conduzida para a DEAT. Após a checagem da ficha criminal, algumas foram encaminhadas para abrigos da Prefeitura.
– A vida noturna da Lapa sempre foi um atrativo muito grande tanto para os turistas estrangeiros e nacionais, como para dos moradores do Rio e de cidades vizinhas. São restaurantes, bares, pequenas casas de show, gerando renda e emprego, além de proporcionar alegria. Não podemos permitir que a desordem urbana e a presença de criminosos venham degradar essa área tão tradicional do Rio – disse a Subcomandante do BPTur, Tenente-Coronel Patrícia Lima.
Além de ações voltadas para reprimir delitos e desordem urbana, o BPTur vem implementando outros programas também voltados para a valorização do turismo. Um deles é o “Onda do Bem”, realizado em toda última sexta-feira do mês. Com a presença do comando da unidade, dezenas de policiais militares do BPTur distribuem prospectos a moradores e turistas em locais de grande concentração, abordando temas como segurança e fornecendo informações de serviço. Na sexta-feira passada, o “Onda do Bem” percorreu a orla da Zonal Sul Carioca e contou com a participação do Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel Luis Claudio Laviano.
Um outro passo importante nessa direção é o Núcleo Descentralizado de Atendimento ao Turista. Voltado para atender a demanda de áreas turísticas fora da capital, este programa está em fase de implantação, pois exige a capacitação de policiais lotados no interior do Estado.
– A atividade turística no interior está crescendo muito, tem potencial para crescer mais ainda e por isso necessita também de modelo de policiamento adequado – explica a Tenente-Coronel Patrícia.